“Quem teve uma verdadeira experiência com a luz, não volta para as trevas”

junho 23, 2017 0 Comentário »

Afirmou a missionária Venícia Porto durante entrevista exclusiva ao REGIONAL

Por Monique Suriano
moniquesuriano@yahoo.com.br

A pregadora e missionária Venícia Porto (foto) concedeu uma entrevista exclusiva à equipe de Jornalismo do JRE e falou sobre questões que envolvem os escândalos no meio cristão e apostasia. Segundo ela: “Não é o diabo quem tira as pessoas da presença de Deus, tão pouco outras pessoas, são as nossas próprias escolhas que fazem isso”. Confira.

JRE: Qual sua opinião sobre os escândalos que surgem no meio cristão e que são propagados com rapidez nas redes sociais?

Missª Venícia Porto: O aumento da iniquidade faz o amor de muitos se esfriar, a Bíblia diz que é necessário vir o escândalo, mas ai daquele por quem vem o escândalo. Não podemos perder o temor do Senhor, nosso alvo tem que ser Cristo. Por mais que Deus tenha levantado referências, nós temos que entender que o nosso alvo é o Senhor. ‘Olhai para mim, e sereis salvos, vós, todos os termos da terra; porque eu sou Deus, e não há outro’ Isaías 45.22. Pode surgir muitos escândalos, mas se o nosso fundamento for Cristo, a nossa estrutura não será abalada e nossa fé continuará sólida. É Ele quem dá saúde as nossas raízes, Ele é a videira verdadeira e nós somos apenas os ramos. Aquele que estiver enxertado na videira verdadeira, o vento vai soprar, a árvore pode até balançar, mas ele permanece firme.

JRE: Você acha que os crentes do século XXI estão mais frios na fé?

Missª Venícia Porto: Realmente percebo que as pessoas estão se afastando da fé, perdendo os valores espirituais, perdendo a visão de Deus, se misturando, se contaminando. O senhor disse a Daniel: ‘Daniel vai até o fim’. Não basta começar bem. A nossa chamada tem uma trajetória. Habacuque disse: ‘Aviva Senhor a tua obra no meio de nós’. É no meio da caminhada que vem a investida do inimigo. Ele quer matar a nossa fé, quer matar a nossa perspectiva. O inimigo é ladrão de alegria, ladrão de autoestima e nós precisamos usar as armas espirituais para que as investidas do inimigo não prevaleçam. O Amor de muitos está se esfriando pela Palavra, pela chamada, pela oração, a Bíblia diz que o que perseverar até o fim será salvo. Nós temos que perseverar.

JRE: Como foi sua experiência de conversão?

Missª Venícia Porto: Eu entreguei minha vida para Jesus em 1997 e me batizei em 2001. Dei trabalho para os obreiros. Eu tinha alguns vícios, mas tinha algo bom em mim: a sinceridade. Eu sempre dizia os meus pecados, as minhas fraquezas. Eu bebia todos os dias, mas o Senhor entrou na minha vida. Ele me escolheu, marcou um encontro comigo e eu nunca mais quis abrir mão da minha chamada. A maior riqueza que podemos ter é a presença de Deus; é ter o nome escrito no livro da vida.

Em sua opinião, o que leva uma pessoa a sair da presença de Deus?

Não é o diabo quem tira as pessoas da presença de Deus, tão pouco outras pessoas, são as nossas próprias escolhas que fazem isso. Na verdade, quem realmente teve uma experiência com Cristo não sai da igreja. Quem teve uma verdadeira experiência com a luz, não volta para as trevas. Muitos são levados, muitos estão acorrentados, mas a Palavra de Deus continua de pé na vida daquele que crê.

Quais dicas você deixa para o cristão que deseja permanecer no caminho de Deus?

Ler a Bíblia, porque ela é o manual da nossa fé. A fé vem pelo ouvir, e o ouvir a Palavra de Deus. Mas não basta ler a Bíblia, tem que viver a Bíblia, tem que praticar a Palavra, viver uma vida de submissão, de obediência. A oração não é o mínimo que podemos fazer, oração é o máximo. É através dela que alcançamos a intimidade com Deus. Lembrando que o tempo de Deus não é o nosso tempo, porque os que esperam no Senhor renovarão as suas forças, voarão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; caminharão, e não se fatigarão.

Na maioria das vezes, o tempo entre a promessa e o seu cumprimento é longo. O que fazer enquanto se espera a promessa?

Quando Deus faz a promessa, Ele pode cumprir no momento, porque Ele é Senhor, Ele é soberano, no entanto, geralmente existe um período chamado processo entre a promessa e o seu cumprimento. É o período do preparo, porque Ele não nos dá nada sem estarmos preparados. Deus quer que a gente seja igual a palmeira, cuja as raízes crescem primeiro. Ele quer que tenhamos crescimento, que tenhamos estabilidade. Quantas pessoas sem raízes procuram a fama, elas brilham por um tempo, e logo o brilho se apaga, não permanecem. Mas nada apaga o brilho que vem de Deus.

Tem crente que morre sem ver a promessa se cumprir?

Muitos dizem que quem tem promessa não morre, mas morre sim. Os filhos de Israel tinham a promessa de entrar na terra prometida, mas eles duvidaram, murmuraram, e o senhor os matou. Mas a pior morte é a morte espiritual, não a carnal. Dos que saíram do Egito, só Josué e Calebe entraram na terra prometida, uma multidão morreu no deserto. Então quem tem promessa morre. Não murmure, glorifique a Deus mesmo sem entender, porque os pensamentos de Deus são maiores que os nossos pensamentos.

Compartilhar!

POSTS RELACIONADOS

Deixe uma resposta:

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *