“Nós precisamos aprender a lidar com nós mesmos, porque a única pessoa que pode impedir o chamado de Deus em nossas vidas somos nós mesmos”

julho 31, 2017 0 Comentário »

Garantiu a missionária Helenice Justino durante entrevista exclusiva ao REGIONAL

Por Monique Suriano
moniquesuriano@yahoo.com.br

Todo cristão é capaz de pregar e disseminar o evangelho de Cristo. Pregar o evangelho é tanto um direito como um dever para todo verdadeiro cristão. Essas duas afirmações são unânimes entre os evangélicos. No entanto, a questão de existir um chamado específico para cada crente e como descobrir esse chamado ainda é um assunto que divide opiniões. Nesta edição, a missionária Helenice Justino esclarece o tema e deixa dicas preciosas para quem deseja servir melhor a Deus. Confira.

JRE: Como você define o chamado de Deus para a vida do cristão?

Missª Helenice Justino: Eu entendo que todos nós somos chamados, porque a Bíblia diz: “Ide por todo mundo e pregai o evangelho”. Mas somos parte de um corpo e no corpo existem membros que são mais expressivos que outros. O chamado de algumas pessoas é justamente trazer notoriedade ao chamado de outras. Muitas pessoas não entendem isso e acabam se comparando com as outras pessoas no Reino de Deus. A Bíblia diz: “Desperte o dom de Deus que há em ti”. Todos nós recebemos o dom da parte de Deus, mas ele precisa ser despertado para que o nome do Senhor seja glorificado em nossas vidas.

JRE: Como o cristão reconhece o chamado que recebeu de Deus?

Missª Helenice Justino: Eu penso que é uma manifestação do Espírito Santo de Deus em nossas vidas. Deus está naquilo que você dá fruto. Jesus disse: “Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o lavrador. Toda a vara em mim, que não dá fruto, a tira; e limpa toda aquela que dá fruto, para que dê mais fruto. Sem mim nada podeis fazer”. Eu penso que você não pode, de maneira nenhuma, dispensar aquilo que te vem a mão para fazer. No meu caso, por exemplo, eu aceitei a chave da minha igreja. Jesus tinha fechado as portas de emprego para mim e o que eu tinha nas minhas mãos para fazer era abrir e fechar a igreja para os cultos de oração, que eram bem vazios. Só que eu comecei a ficar na igreja quase o dia inteiro orando e orando. Aquilo que era uma oração de três pessoas, se tornou um culto com mais de trezentas pessoas. E eu penso que o sucesso acontece assim, você vai executando pequenas coisas e o Espírito Santo vai te capacitando para fazer grandes coisas. As vezes nós pensamos que precisamos de grandes oportunidades para se fazer notório aquilo que Deus tem nas nossas vidas, mas Deus é Deus de coisas pequenas.

JRE: O chamado tem a ver com o talento ou a habilidade que a pessoa possui?

Não necessariamente, porque se não Deus só chamaria pessoas capacitadas. Eu penso que tem a ver com a personalidade. Deus tem um perfil ao seu respeito. Cada discípulo tinha algo especial em sua personalidade, cada um vivia a vida de uma forma e Deus usou aquilo, que para muitos era um defeito, e fez disso um trunfo para que o nome d’Ele fosse glorificado. O fato de Deus ter um chamado na sua vida não faz de você um grande vaso, porque Deus tem uma obra na vida de todos. Agora, Ele vai exercitar esse chamado na vida da pessoa que realmente buscar.

Por que a maioria dos crentes demora a atender ao chamado de Deus?

Tem a ver com a nossa natureza, porque Deus quando olhou para o povo de Israel Ele disse: “Esse povo é de fronte obstinada”. Nós temos dificuldade em obedecer a voz de Deus. Está na nossa natureza a rebeldia. É por isso que quando o Espírito Santo vem sobre nós, Ele vem mudando essa nossa natureza, porque aquele que está em Cristo nova criatura é e as coisas velhas ficaram para trás e tudo se fez novo. Às vezes nós investimos nossos esforços em coisas que não nos levam a lugar nenhum, ao invés de obedecer simplesmente a voz de Deus. Às vezes obedecer é muito mais fácil, mas nós sacrificamos e não obedecemos.

Qual foi, ou é, a sua maior dificuldade na caminhada cristã?

Eu penso que nós precisamos aprender a lidar com nós mesmos, porque a única pessoa que pode impedir o chamado de Deus em nossas vidas somos nós mesmos. Eu sempre tive muita dificuldade em ser humilde, sempre tive dificuldade em me humilhar, em lidar com pessoas, eu sempre fui altiva de caráter, eu sempre fui soberba. Então para eu conseguir seguir na minha caminhada, eu tive que aprender a lidar com isso. Eu tive que aprender a descer. Nós precisamos nos conhecer, para saber que fortalezas estão nos impedindo de viver as coisas de Deus. E as minhas fortalezas são a soberba, o orgulho, a altivez. Às vezes sem querer eu destratava pessoas, e ainda hoje eu vivo me policiando para eu conseguir entrar e sair sem ferir pessoas com as minhas palavras, com o meu olhar, com as minhas atitudes. Eu tenho que matar a minha natureza todos os dias para ver o nome do Senhor glorificado na minha vida. E eu falo isso sem demagogia, porque eu vejo mulheres que começaram a pregar o evangelho muito depois de mim e ganharam notoriedade nessa nação. E eu confirmo a você e atesto, que alguma coisa Deus viu nessas mulheres que não viu em mim. Obra de macumbaria, feitiçaria, inveja, pessoas, ninguém pode barrar o chamado de Deus na sua vida, mas se você não souber podar sua natureza, se você não conseguir identificar o que está impedindo Deus ser Deus na sua vida, com certeza você vai morrer na praia.

Qual a diferença entre o cristão que frequenta igreja e aquele que cumpre o chamado de Deus na sua vida?

Com certeza tem a ver com o nascer de novo. Muitas pessoas são apenas convencidas, elas se convenceram que o evangelho é o caminho, elas não querem o misticismo, elas entenderam que Jesus é o caminho, a verdade e a vida, no entanto, elas têm uma vida sociável na igreja. Todos nós temos uma carência, e todo ser humano necessita ser ingressado e aceito em um grupo. Temos que tomar muito cuidado para não frequentarmos a igreja porque ela supre a nossa carência social.

Qual o maior erro cometido pelas pessoas que tem um ministério?

Todos nós erramos e Deus faz questão de mostrar os nossos erros. Ele fala que Davi é um homem segundo o seu coração, no entanto, Davi cometeu muitos erros. O maior erro que nós cometemos é pensar que Deus desiste de nós. Quando Deus me achou, me encontrou, Ele não comprou gato por lebre. Ele não me chamou para depois dizer: “Para que eu fui chamar essa negona?” Ele sabia o que estava fazendo. O maior erro das pessoas que têm um chamado é achar que Deus desistiu delas. Deus não desistiu de você, Deus não abre mão de você. Outra coisa que precisamos entender é que quando você é novo convertido, em todo lugar que você vai, o profeta é usado para falar com você. Mas depois que passa aquele tempo, sabe o que Deus faz? Ele fica em silêncio só te observando, porque é a hora em que você vai ser forjado, e quando você está sendo forjado Deus fica em silêncio. Deus permite tantas coisas acontecerem, mas o que é ruim para aquele momento, se transformará em bem no futuro, fará de você uma pessoa melhor, um ser humano melhor. Deus é imutável, se Ele falou, Ele vai fazer. Deus não erra tempo, Deus não unge cabeça errada, Deus não escolhe pessoa errada, Ele está trabalhando e ao seu tempo vai executar a obra na sua vida.

Compartilhar!

POSTS RELACIONADOS

Deixe uma resposta:

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *