“Evangelho, De Sua Missão, Para Sua Glória!”

junho 2, 2017 0 Comentário »

Esse foi o tema do 4º Congresso de Missões na CADESC

A Catedral das Assembleias de Deus em Santa Cruz (CADESC), presidida pelo pastor José Pedro Teixeira, realizou o 4º Congresso de Missões nos dias 22 e 23 de abril. Uma linda programação, incluindo entrada das bandeiras e execução do Hino Nacional, foi realizada na abertura do Congresso liderado pelo coordenador de Missões, presbítero Igor Andrade. E foi o pastor Marcus Salles quem comandou o louvor no primeiro culto. “Ele vive! A manjedoura está vazia, a cruz está vazia, o túmulo está vazio, mas o trono está ocupado. Ele vive!”, bradou o cantor antes de ministrar a música “Seja Adorado”. Ele também cantou as músicas “Vim Para Adorar-te” e “Eu Tenho Um Chamado”. “Você pode fazer missões de três jeitos: indo, orando ou contribuindo. Mas todos nós devemos fazer missões, todos nós temos um chamado”, afirmou o pastor Marcus Salles.
Durante o congresso, a Palavra de Deus foi ministrada pelo pastor Alan Brizotti, da Igreja Assembleia de Deus Catedral da Família, em Goiânia. Na primeira noite ele leu em Habacuque 2. 1-4;14. “Habacuque está numa cena moderna. É um livro extremamente atual, que nos deixa a sensação de que foi escrito na semana passada. Habacuque é um profeta que encara as estruturas da morte, violência, banalização do mal, injustiça, as mesmas que ainda marcam presença na nossa história. O livro de Habacuque começa com os horrores da violência, com perguntas angustiantes e com uma espécie de protesto contra o caos. É impossível entrar nesse livro e sair indiferente. É a mesma coisa que acontece com quem se envolve em missões. Missões é uma área da igreja que não dá para se envolver de modo neutro. Ou você está dentro, ou está fora. Jesus teve 12 discípulos, o único que não virou missionário virou traidor. A escolha é sua”, disse o pregador.
Na segunda noite, o pastor Alan Brizotti falou sobre a história do filho pródigo, registrada no capítulo 15 de Lucas. “Quando falamos de missões, geralmente a gente pensa muito na missão do ir e buscar o perdido. Dificilmente a gente pensa na outra perspectiva da missão que é receber os perdidos que vêm. E neste texto Jesus faz isso, mostra como a gente precisa entender relacionamentos”, afirmou ele. “O texto diz que o menino pede ao pai a sua parte da herança. O pai reparte a herança entre os dois e permite a aventura do filho, porque entende que algumas lições só a vida ensina. A Bíblia diz ele partiu para uma terra distante. É sempre para longe que o pecado leva você. O pecado te tira de casa, da família, da relação, da igreja”, afirmou o pastor.
O Congresso de Missões da CADESC reuniu as agências missionárias Jocum Brasil (Evangelismo Urbano), Frontiers Be The Fisrt (Povos mulçumanos), LAR (Apoio aos refugiados), MEVA (Povos indígenas) e Povos e Línguas (Engajamento geral). No térreo da igreja, uma exposição foi montada para cada agência apresentar seu trabalho aos congressistas. A comemoração contou com muita interação, o que despertou muitas pessoas para o chamado missionário.

Compartilhar!

POSTS RELACIONADOS

Deixe uma resposta:

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *