Catedral de Santa Cruz reúne multidão em Congresso Jovem

julho 28, 2015 0 Comentário »

Presidida pelo pastor José Pedro Teixeira, a Catedral das Assembleias de Deus em Santa Cruz (Cadesc) recebeu uma multidão de jovens no 21º Congresso da União de Mocidade (Umadesc), entre os dias 11 e 14 de julho. “Então vocês verão novamente a diferença entre o justo e o ímpio, entre os que servem a Deus e os que não o servem” (Malaquias 3.18) foi a referência bíblica que deu origem ao tema “Jovem faça a diferença!”. Mais de 20 pessoas se reconciliaram com Cristo durante os cultos em que a emoção tomou conta dos irmãos e a glória de Deus invadiu a igreja.

A encenação de um belo Jogral falando sobre a ameaça do pecado à igreja e o cuidado dos jovens para não se contaminarem com os costumes mundanos abrilhantou a cerimônia de abertura. O evento conduzido pela coordenadora do grupo, missionária Eliana Ramos, contou ainda com a participação dos cantores Jairo Bonfim e Leonardo Gonçalves. Além do Ministério de Louvor Cadesc e os cantores da casa, Evelyn de Paula e Willian Araújo. O deputado federal Arolde de Oliveira, que comanda a Secretaria de Trabalho e Renda do Rio, também compareceu.

A série de pregações do Congresso foi inaugurada pelo presidente. Ele pregou no tema proposto e deu exemplos como Jacó, Isaque, José, Davi, Daniel, entre outros jovens que construíram uma história de perseverança e fidelidade a Deus. “Todos esses jovens fizeram a diferença. Faça a diferença você também! Nós não precisamos ser melhores que ninguém, mas podemos ser diferentes. Vamos resistir aos costumes lá de fora. Santifiquem-se diante de Deus para construir uma família perfeita”, recomendou o pastor José Pedro Teixeira.

No segundo dia da festa, a mensagem da noite ficou a cargo do pastor Eduardo Henrique, presidente da Igreja Assembleia de Deus em Itajaí (SC)- Ministério Madureira. Ele foi o coordenador que inaugurou o Congresso UMADESC na época da sua direção. O pastor Eduardo falou sobre a diferença entre os jovens convertidos e àqueles que ainda não experimentaram a Cristo. “A nossa natureza, não é a mesma natureza do mundo. Deus observa a nossa fidelidade, a intensidade do nosso amor. O mesmo Deus que abençoa é o mesmo Deus que corrige, para que não sejamos destruídos pelo pecado. Quem honra a Deus, por Deus sempre será honrado”, aconselhou o pastor Eduardo durante a ministração.

Referência em todo o país, a pastora Helena Raquel, da Igreja Assembleia de Deus de Vila Pacaembu (Queimados), prestigiou o terceiro dia da festa. Baseada no texto de Gênesis 49.22-26, ela falou sobre a marcante trajetória de José. “Acreditando estar próximo da morte, Jacó reúne seus filhos e os abençoa. Quando chega a vez de José ele diz: “Os flecheiros lhe deram amargura, e o flecharam e odiaram”. Traição, Egito, tentação, cárcere, solidão… nada era problema para José. Os flecheiros te flecharam, mas o teu arco está na mão de Deus!”, ressaltou a pastora. “José não concordava com o que seus irmãos faziam de errado e contava tudo para o pai. A sociedade está viciada no sim, mas se você quer ser diferente então diga não, e esteja preparado para as flechadas!”, arrematou.

Na noite de encerramento do Congresso, o pastor Antônio Marcio, da Igreja Assembleia de Deus de São Sebastião Ministério Madureira em Brasília (DF) ministrou uma excelente Palavra sobre Davi, fechando com “chave de ouro”. Respaldado no texto de Atos 13.36, que diz: “Porque, na verdade, tendo Davi no seu tempo servido conforme a vontade de Deus, dormiu, foi posto junto de seus pais e viu a corrupção”, ele falou sobre os prejuízos de uma geração cristã corrompida e banalizada. “No templo tem ímpio e tem justo, tem quem não serve e tem quem serve. Quem é você? Não se iluda; nessa sociedade você vale pelo que você tem. O povo quer aparência, biótipo, intelecto. Mas Deus quer adoração!”, exclamou o pastor. “Sempre houve crises econômicas, éticas, ideológicas… mas em toda geração sempre houve os revolucionários!”, ressaltou ele.

A Catedral das Assembleias de Deus em Santa Cruz fica na Rua Francisco Belisário 439, em Santa Cruz. Mais informações podem ser obtidas pelo número (21) 3198-1164.

Por Monique Suriano

Compartilhar!

POSTS RELACIONADOS

Deixe uma resposta:

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *