Brasil pode ser próximo alvo do Estado Islâmico

abril 22, 2016 0 Comentário »

Agência de Inteligência monitora pessoas no país que já declararam fidelidade ao califado

A Agência Brasileira de Inteligência (Abin) afirmou, no dia 13 de abril, que o perfil utilizado no Twitter para ameaçar o Brasil realmente pertence a um dos terroristas do Estado Islâmico. A mensagem postada em novembro de 2015 colocava nosso país com um dos próximos alvos dos terroristas que haviam atacada a França. “Brasil, vocês são nosso próximo alvo. Podemos atacar esse país de m*”, escreveu Maxime Hauchard, um jihadista que sempre aparece nos vídeos de decapitação de sírios. A Abin confirmou que a conta no Twitter era verdadeira e era administrada pelo terrorista.

O diretor de Contraterrorismo da Abin, Luiz Alberto Sallaberry, comunicou que há seguidores do EI no Brasil. “Monitoramos e percebemos que o perfil realmente era do Maxime, um dos líderes do Estado Islâmico. A partir do momento da postagem houve uma maior intensidade nos discursos de agressividade dos autoproclamados seguidores do grupo terrorista no Brasil”. A afirmação foi dada durante a Feira Internacional de Segurança que acontece no Rio de Janeiro. Sallaberry explicou que Maxime é uma espécie de garoto-propaganda do Estado Islâmico e o segundo na linha de comando de decapitadores.

A Abin ainda alerta para o crescimento do número de pessoas que estão no Brasil, jurando lealdade ao califado do EI. “Quando uma pessoa faz o juramento ao califado e se torna autoproclamado ela está disposta a cometer qualquer atentado violento em nome do grupo. A ordem não precisa ser presencial, pode ser via internet”, disse Sallaberry.  Por conta disso, a Agência está preocupada com os possíveis ataques dos chamados “lobos solitários” durante a Olímpiada no Rio de Janeiro. A agência já monitora as pessoas no Brasil que estão associadas ao terrorismo e já conseguiu levantar a identificação delas.

 Fonte: Gospel Prime com informações IG

Compartilhar!

POSTS RELACIONADOS

Deixe uma resposta:

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *